segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Perspectiva


Às vezes eu tento ver o mundo como ele. Como ela. Como uma ficção. Como alguém que só vi em fotos. Como um conhecido cujos pensamentos se ocultam nos cumprimentos diários de bom dia ou boa noite.
Às vezes eu quero ver o mundo de outro ponto de vista para tentar resolvê-lo com duas ou três cambalhotas no ar. Simples assim. Daí caio no chão e descubro que as coisas não funcionam desse modo.
Estamos neste circo gigante e comunitário, onde por vezes somos palhaços, equilibristas, engolidores de facas, de fogo, trapezistas, domadores de animais selvagens. Às vezes tudo junto e ao mesmo tempo.
Viver é apenas tentar se equilibrar nesta corda bamba chamada existência.

(foto: Maurício Gouveia)

3 comentários:

  1. muito booooooom, dani!!!! manda ver!

    ResponderExcluir
  2. e é por isso que eu repito o que já dizia Guimarães Rosa: "Viver é muito perigoso". Aliás, Guimarães Rosa, ou então seu personagem Riobaldo, era um tanto quanto... pessimista!? (nossa, tô com mania!).
    enfim, o cambalhoteiro da foto é bem otimista ou tá comemorando pq passou num concurso, como quem diz "iupi!" e não consegue se conter!!!

    ResponderExcluir
  3. Tentar plantar bananeira!!

    ResponderExcluir