quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Uma vez


Eis a singularidade de um dia de domingo. Descobrir uma história, ouvir uma vida inteira, tentar contar sonhos. Acreditar em contradições. Porque cada um é único e acontece apenas uma vez, ainda que se repita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário